Advogada bebeu demais brigou com dono do buteco mostrou a pepeca e foi parar na delegacia

A advogada estava na companhia de uma amiga que acusou o dono de um bar no Interlagos de roubar seu celular.

Uma advogada de idade não identificada, e uma amiga dela, foram parar na 16ª. Delegacia Regional de Linhares na tarde deste sábado (28) após uma grande confusão num bar do bairro Interlagos: tudo por causa de um celular.

De acordo com informações da Polícia Militar, o proprietário do estabelecimento contou que a amiga da advogada começou a falar palavras de baixo calão contra ele e contra os clientes que estavam no bar os apontando como os autores do furto do seu aparelho celular.

A PM chegou ao local e a advogada iniciou as agressões a um dos policiais e começou a mostrar suas partes íntimas para ele causando constrangimento aos PMs que atendiam a ocorrência. A advogada poderá responder por injúria e difamação.

Os policiais contam que tentaram contornar a situação por meio do diálogo e informando que iria conduzi-las à delegacia, mas a advogada se direcionou ao outro policial e disse que o mesmo havia menos de três anos de corporação e que o mesmo deveria se colocar no seu lugar.

Os policiais mais uma vez pediram calma o que foi recusado. A advogada se negou a ir no banco de trás da viatura e continuou agredindo verbalmente os PMs e empurrou um dos militares.

Neste momento, a PM usou de força proporcional e algemou a advogada e a colocou no ‘cofre’ da viatura. A amiga dela não precisou ser algemada. A advogada sofreu lesões no punho por conta do uso das algemas. Após prestar esclarecimentos a advogada foi levada para o hospital segundo a PM devido ao grande consumo de álcool.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here