Agentes penitenciários que facilitaram fugas em São Mateus por R$ 150 mil já estão presos em Viana

O dinheiro foi dividido entre os inspetores acusados de facilitarem a fuga de presos no Norte do Estado

Os agentes penitenciários Júlio Cezar Barbosa, José Carlos dos Santos Brito, Ailton Santos Souza e Carlos Charles Nascimento. Eles são acusados de terem facilitado a fuga dos presos Lucimar de Jesus Pereira, o “Japão”, Elá Nunes Júnior, Josiel Silva Rodrigues, Vagner dos Santos da Costa e Valdemi dos Santos de Oliveira, também denunciados, da Penitenciária Regional de São Mateus (PRSM), na madrugada do dia 15 de janeiro de 2018, em troca do pagamento de R$ 150 mil, que foi dividido entre os quatro inspetores.

Os inspetores Júlio Cezar, Ailton Santos e Carlos Nascimento foram presos na Operação Bota Preta, realizada nesta terça-feira (15/05) pelo MPES, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e pela Polícia Civil, com o apoio da Diretoria de Inteligência Prisional (DIP) da Secretaria de Justiça (Sejus) e do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

O inspetor José Carlos dos Santos não foi encontrado e, portanto, como existe mandado de prisão em desfavor dele, está automaticamente na condição de foragido da Justiça. Também foram presos dois parentes de presos denunciados na operação.

Se condenados, os presos acusados podem pegar até 40 anos de cadeia cada um. O mpes ainda pediu na ação uma indenização por danos morais ao estado, por ferir a imagem do sistema prisional capixaba,

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here