Após dez dias internado, bebê encontrado dentro de lixeira recebe alta de hos

pós dez dias internado, o bebê que foi encontrado dentro de uma lixeira em Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal, recebeu alta do hospital em que estava internado. Batizado de Miguel dos Santos, ele deixou a unidade com 2,5 kg e 45 centímetros.

“Ele chegou estável e se manteve muito saudável durante todo o período de internação”, disse a enfermeira Flávia Cravo, do Hospital de Santa Maria, no DF.

Nenhum parente do recém-nascido foi localizado. Por isso, o menino já está em abrigo de Valparaíso.

“Será cuidado com muito amor e muito carinho”, ressaltou a funcionária Maria Pereira.

Bebê é encontrado dentro de sacola plástica em lixeira de Valparaíso  (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)Bebê é encontrado dentro de sacola plástica em lixeira de Valparaíso  (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Bebê é encontrado dentro de sacola plástica em lixeira de Valparaíso (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Resgate

O porteiro José França encontrou o bebê na lixeira de um condomínio. Ele contou que voltava do trabalho para casa quando escutou o choro do bebê. O menino, ainda com o cordão umbilical, estava envolto em um pano fino, enrolado em um saco plástico.

O técnico em redes Júnior Almada estava passando pela rua quando o recém-nascido era resgatado. Ele disse que ajudou nos primeiros cuidados à criança. “Chamei minha esposa, não tive reação pra abrir. Ela chegou abriu e colocou ele aqui no chão. Ele tava chorando muito”, afirma.

A dona de casa Aparecida da Silva foi quem segurou o menino enquanto aguardava a chegada dos bombeiros. “Eu corri aqui dentro de casa, peguei o cobertorzinho do meu neto, embrulhei ele até que a polícia chegasse e levasse ele pro hospital”, recorda.

Bombeiro segura bebê achado em lixeira de Valparaíso de Goiás (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)Bombeiro segura bebê achado em lixeira de Valparaíso de Goiás (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Bombeiro segura bebê achado em lixeira de Valparaíso de Goiás (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Investigação

Segundo a TV Anhanguera, a Polícia Civil não identificou a mãe do bebê. O G1 ligou para a delegacia de Valparaíso, mas as ligações não foram atendidas.

Anteriormente, o delegado Cassius Zamó, responsável por investigar o caso, disse que ia checar registros de mulheres que tiveram filhos recentemente no município. Além disso, ele procurava imagens de câmeras de segurança que pudessem ajudar na identificação.

“Considerando a condição de ter deixado um bebê recém-nascido numa lixeira exposto ao sol ou a todo ambiente natural. Provavelmente, a mãe responderá por crime de tentativa de homicídio”, afirmou o delegado após o menino ser encontrado.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here