Assassinato não foi sequestro:Corpo de mulher é encontrado dentro de um HB20

O normal seria continuar vendo a simpatia e o sorriso gratuito de Valdineia Rebonato que venceu a batalha contra o câncer, mas teve sua vida ceifada pela bestialidade da violência.

O corpo de uma mulher foi encontrado dentro de um Hyundai HB20 prata, na manhã deste domingo (22), em uma estrada no interior de Rio Novo do Sul, no Sul do Espírito Santo. Valdineia Rebonato estava desaparecida e a família estava em busca de informações depois que sua bolsa foi encontrada próximo a casa onde morava, em Jaciguá, distrito de Vargem Alta.

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, populares passaram por volta das 8h50 pela estrada, que fica entre as localidades de Virgínia Nova e Arroio das Pedras, viram o carro da mulher e acionaram à polícia. O corpo teria sido encontrado dentro do porta-malas. A perícia foi acionada, mas a causa da morte ainda não foi informada.

Valdineia Rebonato teria desaparecido por volta de 00h30, quando chegava do trabalho. A família suspeita que ela tenha sido sequestrada em seu próprio carro.

Na manhã deste domingo, familiares e amigos divulgavam nas redes sociais o desaparecimento de Valdineia Rebonato. Uma filha da vítima, Valdiene Rebonato Ferrareis, postou um apelo. “Pessoal, se alguém tiver alguma informação sobre minha mãe, por favor, entre em contato. Ela saiu de casa para trabalhar de carro, chegou a noite e infelizmente encontramos a bolsa dela jogada perto de nossa residência.”

Segundo familiares, Valdineia era mãe de três filhos e trabalhava na cozinha de um restaurante na serra de Vargem Alta. O corpo será encaminhado ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

DESABAFO DA MÍDIA LOCAL

A violência tomou conta do mundo como sendo algo normal?  Não se pode confundir o que é normal com o que é comum. O normal é as pessoas viverem e terem uma morte natural. A Violência é uma disfunção, um mal que deve ser banido da sociedade. A morte precoce de uma pessoa no auge de sua vida, a banalização das drogas entre os jovens, os inúmeros casos de criminalidade no município, estado e país entre outras situações alarmantes não podem ser aceitas como acontecimentos normais do mundo atual.

As pessoas estão confundindo o que é comum e normal.     O comum é a violência, o normal é a paz; é as pessoas saírem de seus trabalhos e chegarem em casa, serem recebidas pelas suas famílias com satisfação, alegria e abraços. O normal seria continuar vendo a simpatia e o sorriso gratuito de Valdineia Rebonato que venceu a batalha contra o câncer, mas teve sua vida ceifada pela bestialidade da violência.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here