BR 101 Norte vai ficar sem radares fixos até o final do ano no ES

Quem tem passado pelo trecho norte da BR 101 pode ter se intrigado com a retirada de radares da rodovia. Com o fim do contrato entre a empresa responsável pelos equipamentos e o Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT), a concessionária ECO 101, que administra a via, passa a ser a responsável por contratar uma nova empresa para prestar o serviço. A concessionária afirma que esse processo de contratação está em fase final e que 20 radares serão instalados até o fim deste ano.

Na altura do bairro Jardim Tropical, na Serra, os equipamentos foram retirados há uma semana, segundo moradores do local. Para o montador industrial Wilson Couto, de 50 anos, a região fica mais insegura para os pedestres sem os radares. “Com certeza, bem mais perigoso. Sem o radar, o motorista tem a possibilidade maior de furar o sinal e não vai ter punição nenhuma porque ele não vai sofrer multa, não vai perder pontos na carteira, nada disso, e vai ficar por isso mesmo.”

O motorista Felipe Fernandes, de 23 anos, também acredita que o local fica mais perigoso para atravessar a rodovia. “Agora, os pedestres vão ter menos segurança porque quando o pessoal descobrir que aqui já não tem mais radar vai ficar complicado, vai passar em alta velocidade, como antigamente.”

A data de instalação dos equipamentos que foram retirados ainda não foi informada. A ECO 101 apenas afirma que o processo de contratação da empresa está em fase final.

A concessionária também foi obrigada pela Justiça a instalar 20 radares ao longo de toda a rodovia em até 150 dias, contados a partir do dia 18 de outubro. A ECO 101 garantiu que esses equipamentos estarão funcionando até o fim deste ano, prazo inferior ao estipulado pelo judiciário.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here