Capixaba que se identificava como Muhammad Abdull nas redes sociais, é acusado de integrar organização criminosa e promover o terrorismo

Capixaba era um dos responsáveis por recrutar pessoas pelas redes sociais para montar um grupo terrorista no Brasil
Imagem ilustrativa google
O capixaba Harisson de Souza Andrade, que se identificava como Muhammad Abdull nas redes sociais, é acusado de integrar organização criminosa e promover o terrorismo. Ele, e outras dez pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO).
De acordo com a denúncia, Harisson era um dos responsáveis por recrutar pessoas pelas redes sociais para montar um grupo terrorista no Brasil. Ele foi identificado a partir de diálogos mantidos com um menor no Facebook. De acordo com o MPF, os dados coletados nas investigações apontam que Harisson “é apoiador do grupo terrorista Al-Qaeda, sendo inclusive apreendidas armas de fogo artesanais em sua residência, algumas delas comprovadamente funcionais”.
Fonte Tribuna Online.
Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here