Capixabas bloquearam mais de 10 mil celulares furtados em 2017

Voltados para a segurança pessoal os capixabas estão em terceiro lugar no ranking dos Estados com maior número de aparelhos celulares bloqueados no país. Como meio de proteger aparelhos furtados o bloqueio impede de fazer ligações e diminui o valor de venda do produto roubado.

No ano de 2017 foram 50.866.293 aparelhos bloqueados em todo Brasil. Segundo a Agencia Nacional de Telecomunicações (ANATEL), o Espírito Santo foi terceiro estado que mais realizou esse tipo de atividade, foram 10.179 bloqueios só em 2017. Em primeiro lugar está São Paulo com 116.967 bloqueios e Rio de Janeiro em segundo lugar com 27.785 bloqueios.

O sistema de bloqueio do celular é a maneira mais utilizada por pessoas que têm seus aparelhos telefônicos roubados. Através desta trava é possível impedir que o equipamento se conecte as redes celulares, ou seja, ele fica impossibilitado de realizar ligações, enviar SMS e navegar na internet pelas redes celulares o que, por consequência, reduz o valor do equipamento e tende a tornar este tipo de crime (roubo de celulares) menos atrativo.

Para fazer o bloqueio não é mais necessário possuir o número de IMEI do aparelho, basta o usuário vítima de roubo/furto entrar em contato com sua operadora ou, nos casos dos estados que já aderiram ao projeto Cadastro de Estações Moveis Impedidas (CEMI), em contato com a Delegacia de Polícia e solicitar o bloqueio do equipamento.

Caso a vítima venha recuperar o aparelho, basta realizar o mesmo processo, entrar em contato com prestadora ou com a delegacia de polícia (nos estados que aderiram à iniciativa). A opção de segurança é uma opção útil para inibir a ação de criminosos, e em caso de roubo pode também proteger os dados da vítima. Com informações de Bárbara Caldeiras.

Fonte: Rede Diário ES

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here