Carro de vereador atropela e mata ciclista na estrada que liga Linhares a São Rafael

A vítima, Oswaldo do Manoel Faria, tinha 82 anos e morreu no local. Revoltados, moradores apedrejaram o carro do vereador

Revoltados, moradores apedrejaram o carro do vereador
Revoltados, moradores apedrejaram o carro do vereador

Um idoso de 82 anos morreu ao ser atropelado por um Toyota Corolla na Rodovia Antônio Armani, estrada que liga a sede de Linhares ao distrito de São Rafael, zona rural do município. No carro estavam o vereador de Linhares, Gelson Suave, e a esposa dele, Judith Ferraço Suave. A Polícia Militar não confirmou quem dirigia o automóvel no local. Mas o boletim divulgado na manhã desta segunda-feira (28) traz a informação que a mulher conduzia o veículo.

O acidente ocorreu na tarde deste domingo (27), em Chapadão das Palminhas. A vítima, identificada pela PM como Oswaldo Manoel Faria, estava em uma bicicleta e morreu no local. Não foi feito o teste do bafômetro, o que deixou as pessoas que estavam no local revoltadas. Após o atropelamento, moradores da região quebraram o carro. O vereador e a esposa dele não se feriram.

Nenhum policial quis comentar o acidente. A perícia foi até o local e informou que o veículo estava na contramão quando o atropelamento aconteceu. O vereador foi levado para a 16ª Delegacia Regional de Linhares e prestou depoimento ao delegado de plantão, Romeo Pio de Abreu Júnior.

À TV Gazeta Norte, o delegado disse que, na delegacia, policiais ofereceram o bafômetro ao vereador, mas ele se negou a fazer o exame. Argumentou que a mulher dele era quem dirigia o carro e que, por isso, seria uma situação constrangedora para ele passar pelo teste.

Mas o vereador confirmou ao delegado que o veículo estava na contramão na hora do acidente. Ele explicou que a esposa dele tentou desviar do ciclista, que estava em frente ao carro. Na hora da manobra, segundo o vereador, o ciclista se assustou e acabou entrando na frente do veículo.

O delegado não confirma se a versão do vereador é verdadeira, mas disse que ele não apresentava sinais de embriaguez. Afirmou também que ouviu outras duas testemunhas e mais pessoas devem prestar depoimento, inclusive a esposa do vereador. Romeo explicou que foi apresentado um laudo médico alegando que ela estava sob efeito de medicamentos. Por isso, ela ainda não foi ouvida.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o vereador prestou esclarecimentos e foi liberado. O caso segue sob investigação da Delegacia de Infrações Penais e Outras (DIPO). Outras informações não serão passadas para não atrapalhar a apuração do fato.

Com informações de Kaio Henrique (TV Gazeta Norte)

Resposta

Veja a nota de esclarecimento enviada pela advogada do vereador Gelson Suave, Jaqueline Rossoni dos Santos, na manhã desta segunda-feira (28):

“É com muito pesar que venho a público esclarecer o lamentável e triste fato ocorrido com minha esposa e comigo na tarde do último domingo, quando infelizmente ela, na condução do nosso veículo, se envolveu em um acidente automobilístico, ocorrido na rodovia sentido Linhares-São Rafael, onde veio a óbito o Sr. Osvaldo Manoel Farias, morador da comunidade de Chapadão das Palminhas.

Esclarecemos ainda que, desde o ocorrido, estamos prestando toda a assistência e solidariedade à família. Também informamos que, desde o local do acidente, iniciamos nossa colaboração com as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, e permanecemos à disposição dos familiares da vítima.

Gelson Suave”.

Fonte: Gazeta Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here