Caso pastor George: acusado de duplo homicídio triplamente qualificado e duplo estupro de vulneráveis

Georgeval Alves Gonçalves abusou das crianças, as espancou deixando-as desacordadas, e logo após ateou fogo nas mesmas, usando combustível para acelerar fogo sobre os irmãos. Pastora não teve envolvimento com os crimes

Segundo a coletiva de imprensa na manhã de hoje, (23) Georgeval Alves Gonçalves abusou das crianças, as espancou deixando-as desacordadas, e logo após ateou fogo nas mesmas, usando combustível para acelerar fogo sobre os irmãos Kauã de 6 anos e Joaquim de 3 anos. 

De acordo com o delegado, George pode pegar até 126 anos de prisão, somando as penas dos crimes, tentou se promover publicamente tentando passar uma personalidade contrária daquilo que testemunhou, e não demonstra sentimentos.

Juntando os depoimentos prestados, e a quebra do sigilo telefônico dos pastores, tudo indica que a pastora não teve envolvimento e não estava ciente do delito.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here