Ciro Gomes troca farpas com Maria do Rosário durante evento

Gomes afirmou que parte da esquerda é incapaz de fazer uma autocrítica sobre os equívocos cometidos e que isso impacta no atual cenário político do país.

O ex-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) voltou a fazer críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT) e protagonizou um debate acalorado com a deputada federal Maria do Rosário na noite desta segunda-feira (27), durante o 1º Congresso Nacional das Policiais Antifascismo, em Pernambuco.

O clima esquentou quando Gomes falava sobre os problemas da segurança pública do país. Ele disse que erros cometidos nas últimas décadas, incluindo o período dos governos encabeçados pelo PT, favoreceram o crescimento de problemas na área da segurança, como a formação das milícias e facções criminosas.

Gomes afirmou que parte da esquerda é incapaz de fazer uma autocrítica sobre os equívocos cometidos e que isso impacta no atual cenário político do país.

Maria do Rosário e diversos participantes da plateia começaram a intervir, e o debate passou então para a questão da unidade das vertentes de esquerda. Gomes afirmou então sobre o PT, dirigindo-se a Rosário: “Eu conheço vocês, unidade é o cacete”.

Maria do Rosário estava sentada ao lado de Ciro, mas apenas o ex-presidenciável usava o microfone no momento do debate.

Em outro momento do debate, Maria do Rosário afirmou que Ciro está “magoado” e que a mágoa não é “boa conselheira”. A mágoa seria por conta de não ter recebido apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do PT na disputa presidencial do ano passado, já que o partido lançou o nome de Fernando Haddad.

Diversos vídeos do debate foram postados no Youtube. Ele aconteceu alguns dias após o presidente do PDT, Carlos Lupi, ter visitado o ex-presidente Lula na prisão em Curitiba. Ciro Gomes já afirmou em diversas oportunidades que não fará a visita a Lula.

Fonte: Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here