Comércio de Rio Bananal pede ajuda dos clientes para garantir troco

Comércio enfrenta dificuldade para disponibilizar troco.

 É cultural dos brasileiros. Carregar moeda nunca agradou aos consumidores. Isso por causa do peso, ou devido ao barulho que elas fazem batendo uma na outra e, principalmente, pelo baixo valor que representam. Soma-se ainda a massificação dos meios de pagamento eletrônicos, caso dos cartões, que são utilizados para quitar aproximadamente 40% das despesas das famílias. O resultado, como esperado, é que algumas empresas acabam enfrentando dificuldades para dar troco por falta das metálicas.

Dados da Fecomercio-SP, cruzados com informações do BC (Banco Central), apontam que em 2010, 90% dos estabelecimentos comerciais tinham dificuldade em obter troco no País. Esse percentual reduziu em 2013, mas continua em maioria, tendo em vista que 84% continuavam com dificuldades.

Esse é um problema, principalmente, aos comerciantes. Muitas vezes eles acabam deixando de lado o faturamento integral de uma compra por causa dos centavos. Isso porque, de acordo com o CDC (Código de Defesa do Consumidor), o estabelecimento é obrigado a dar o troco correto ao cliente.

Segundo alguns  comerciantes de Rio Bananal, moedas e cédulas de valores menores estão difíceis de serem encontradas, e que a falta de troco é problema para vários segmentos. Por isso fazem um apelo, quem tiver moedas e cédulas menores em casa, procurem o comércio local para trocar.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here