Companheiro de mulher achada morta em porta-malas é encontrado morto

De acordo com a PM, Norival Roberto, 43, tirou a própria vida, mas o caso vai ser investigado pela Polícia Civil

Foto: Reprodução

O corpo do companheiro de Valdinéia Rebonato, 43, a mulher encontrada morta dentro do porta-malas do carro dela, no último fim de semana, em Rio Novo do Sul, foi localizado na manhã desta terça-feira (24), na varanda da casa ele, na localidade de Jaciguá, em Vargem Alta.

De acordo com a Polícia Militar, Norival tirou a própria vida, mas o caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

A motivação da morte de Valdinéia ainda é desconhecida, mas de acordo com o delegado Vladson Bezerra, desde o princípio da investigação, há dois dias, Norival se tornou o principal suspeito.

“Os depoimentos de Norival foram contraditórios. Ele disse que estava dormindo quando Valdinéia chegou em casa, na noite de sábado (21) e só acordou na manhã de domingo (22), mas ele não estava. Não posso falar como descobrimos, mas ele não estava em casa”, disse o delegado.

Bezerra ainda revelou que Norival deixou bilhetes na frente de casa, onde dizia que não era ele que havia matado a companheira. “Falava que era para continuar as investigações. Vamos fazer isso, porque acreditamos que tenham outras pessoas envolvidas, mas a motivação ainda é desconhecida”, finalizou.

O CRIME

O corpo de Valdineia foi encontrado dentro de um Hyundai HB20 prata, na manhã do último domingo, em uma estrada no interior de Rio Novo do Sul, no Sul do Espírito Santo. Valdineia Rebonato estava desaparecida e a família procurava informações, depois que a bolsa dela foi encontrada próximo a casa onde morava, em Jaciguá, distrito de Vargem Alta.

Valdineia Rebonato teria desaparecido por volta de 0h30, quando chegava do trabalho. A família suspeitava que ela tenha sido sequestrada em seu próprio carro.

Gazeta Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here