COVEIROS SEM SALÁRIO NÃO TRABALHAM E PARENTES ENTERRAM MENINA DE 2 ANOS

Uma história que correu o Brasil e gerou revolta. Os familiares de Natasha Santos Carvalho, de apenas dois anos, tiveram uma dose extra de sofrimento. A menina faleceu no dia anterior e, ao tentar enterrar a criança, descobriram que o Cemitério Municipal de Uruçuca, que fica a cerca de 400 km de Salvador, não possuía coveiros. Os coveiros se recusaram a trabalhar porque estão com o salário atrasado.

A Prefeitura de Uruçuca disse que os coveiros foram inconsequentes e que nada justifica essa atitude em um momento tão doloroso para a família. Sobre o atraso no salário, a prefeitura disse que irá analisar a situação e abrir um procedimento administrativo para averiguar o fato.

Vídeos mostram a família tendo que cavar um buraco no cemitério para que a menina fosse enterrada corretamente. Em uma das gravações, os parentes tentam colocar o caixão na cova, mas percebem que não cavaram o suficiente e voltam ao trabalho.

Fonte: SBT

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here