Covid-19: Novas doses de vacina não têm data certa para chegar

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal foi informada que a entrega das vacinas contra covid-19, previstas para chegarem nesta terça-feira (23/2), deve sofrer um atraso. O comunicado ocorreu na tarde desta segunda-feira (22/2), após reunião dos gestores da pasta com representantes do Ministério da Saúde. Apesar de a pasta federal garantir que as doses serão enviadas até o início de março, ainda não há uma data definida. A quantidade recebida deve ser abaixo das 100 mil que eram esperadas anteriormente.

O atraso reforça uma preocupação interna da secretaria em ter que pausar a campanha de imunização, já que não há a possibilidade de ampliar a vacinação devido à falta de doses, nem a certeza de quantas doses serão enviadas na próxima data.

Ao final da última sexta-feira (19/2), no DF, restavam 69.176 vacinas, sendo que apenas 7.421 unidades são para a primeira dose e 61.755 estavan reservadas para a segunda aplicação. As doses são suficientes para um dia e meio de imunização com a primeira aplicação da vacina. Para a segunda dose, o tempo restante com a quantidade reservada é de cerca de vinte dias. A pasta informou que a segunda dose está garantida para quem recebeu a primeira dose da vacina CoronaVac, que tem um intervalo entre as aplicações de 14 a 28 dias.

Futuro
Procurado pela reportagem, o Ministério da Saúde informou, por meio de nota, que o cronograma de envio das vacinas será divulgado após as entregas das doses pelos laboratórios fornecedores.

Está prevista para esta semana a chegada de 2 milhões de doses do imunizante da AstraZeneca/Oxford importadas da Índia pelo Ministério da Saúde. Uma outra remessa com 2,7 milhões de doses da Coronavac também está prevista para ser entregue à pasta nesta semana, pelo Instituto Butantan.

Fonte: Correio Braziliense

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here