CPI fará acareação entre Pastor George e a mãe de crianças mortas carbonizadas, diz senador

C.DR

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado Federal, que trata dos maus tratos a crianças e adolescentes, pretende fazer uma acareação entre o pastor George Alves e a esposa dele, Juliana Salles. George, segundo a polícia, estuprou, agrediu e ateou fogo no filho Joaquim, de 3 anos, e no enteado Kauã, de 6 anos. Juliana era mãe das duas crianças.

Por vídeo, o senador Magno Malta (PR-ES), que preside a CPI, parabenizou a polícia capixaba pela elucidação do crime e anunciou a acareação entre o casal de pastores. Magno classificou o caso como “emblemático”

“É triste, doloroso, é sofrível tratar deste assunto. Ninguém está calejado para isso. Amanhã (quinta), a CPI estará no Estado e eles (George e Juliana) estão convocados. Hoje a comissão requereu ouvir o George e a mãe. Vou ouví-los e fazer uma acareação entre os dois. Que Deus nos ajude a ter estômago para cuidar deste caso”, afirmou.

Ainda segundo o senador, esta acareação será importante para o debate sobre o tema.

“Terei muito cuidado para tratar deste tema, porque a sociedade precisa de uma resposta contundente e precisa de uma legislação que previna este tipo de crime, nos moldes como está sendo colocado.

CPI

A audiência pública do Senado Federal irá acontecer no auditório do Ministério Público do Espírito Santo, na Enseada do Suá, em Vitória, a partir das 10 horas.

Por Weslei Radavelli Tribuna Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here