Crise na indústria faz a Findes demitir 150 funcionários no Estado

A crise entrou pela porta da frente da indústria. O Sistema Findes, agora comandado pelo empresário Leo de Castro, demitiu nada menos que 150 dos seus 1.800 funcionários – 8,3% dos seus quadros. Foram atingidos a própria Findes, o Sesi, o Senai e o IEL, entre outros, incluindo unidades no interior do Estado. A informação é da coluna Victor Hugo, de A GAZETA

Queda da receita

Fonte da Findes ouvida pela coluna revela que só o orçamento do Senai para 2018 ficou R$ 11 milhões menor que o deste ano. Ela explica que houve queda na receita compulsória (repasses da folha de pagamento) e da venda de serviços da indústria capixaba.

O que foi preservado

A fonte, entretanto, garante que não foram reduzidas as matrículas (12 mil alunos no ensino fundamental), não foram fechadas escolas e nem a prestação de saúde foi afetada.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here