Denúncia contra Temer: veja como votaram os deputados capixabas

Mesmo sem fazer diferença no resultado, em função da vitória já antecipada do presidente, a bancada capixaba seguiu o script adotado na primeira denúncia

Foto: Rondinelli Tomazelli

Apesar do relativo sucesso da oposição em obstruir a sessão e inviabilizar o quórum até o meio da tarde desta quarta-feira (25), no que foi ajudada pelos deputados rebelados da base aliada, o presidente Michel Temer (PMDB) conseguiu enterrar a segunda denúncia criminal contra si. O Planalto, que tomou um susto com a internação de Temer no dia da denúncia, respirou aliviado a partir da ostensiva cooptação de parlamentares desejosos de cargos, de emendas orçamentárias e de favores menos ortodoxos.

Deputado flagrado com lista de valores nega que tenha a ver com votação

Mesmo sem fazer diferença no resultado, em função da vitória já antecipada do presidente por causa das ausências e do balcão de negociações que impediram o placar necessário de 342 votos pró-afastamento, a bancada capixaba seguiu o script adotado na primeira denúncia e votou majoritariamente contra Temer, ou seja, a favor da abertura imediata de processo contra o presidente do país. Assim procederam Helder Salomão (PT), Givaldo Vieira (PT), Norma Ayub (DEM), Paulo Foletto (PSB), Jorge Silva (PHS), Sérgio Vidigal (PDT), Carlos Manato (SD) e Evair de Melo (PV).

Líder da Maioria na Câmara e defensor ferrenho de Temer, Lelo Coimbra (PMDB) votou para enterrar a denúncia por organização criminosa e obstrução da Justiça, apresentada pela procuradoria-geral da República a partir das gravações do empresário e delator Joesley Batista. Coordenador da bancada do Espírito Santo no Congresso Nacional, o deputado Marcus Vicente (PP) também mostrou fidelidade ao governo e apoiou o relatório de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que havia rejeitado a denúncia contra Temer e seus ministros mais próximos, Moreira Franco e Eliseu Padilha, ambos também do PMDB.

Se autorizado pela Câmara dos Deputados, o processo no Supremo Tribunal Federal o afastaria temporariamente o peemedebista do mandato, sendo substituído pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), hoje às voltas com desavenças com Temer. O início da votação foi marcado por placar apertado entre apoiadores e adversários do governo.

LISTA

Carlos Manato (SDD) – Não

Dr. Jorge Silva (PHS) – Não

Evair Vieira de Melo (PV) – Não

Givaldo Vieira (PT) – Não

Helder Salomão (PT) – Não

Lelo Coimbra (PMDB) – Sim

Marcus Vicente (PP) – Sim

Norma Ayub (DEM) – Não

Paulo Foletto (PSB) – Não

Sergio Vidigal (PDT) – Não

* Não = contra o relatório de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) pelo arquivamento da denúncia

* Sim = a favor do relatório de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) pelo arquivamento da denúncia

Gazeta Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here