Deputados do PT pedem que Torres explique possível interferência na PF

Anderson Torres pode ser convocado pela Câmara | Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os deputados do PT, Maria do Rosário, Paulo Teixeira e Reginaldo Lopes. protocolaram um requerimento para que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, seja convocado pela Câmara para se explicar sobre uma possível interferência na investigação “Acesso Pago”, que prendeu o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro e de dois pastores aliados do governo Jair Bolsonaro (PL).

A solicitação dos deputados tem como base as mensagens trocadas entre o delegado Bruno Calandrini, responsável pela investigação, com outros policiais, em que ele alega “interferência na condução da investigação”, além de “não ter autonomia investigativa e administrativa para conduzir o inquérito policial deste caso com independência e segurança institucional”.

Nesta 5ª feira (23.jun), a Polícia Federal abriu uma investigação sobre a possível interferência no caso. A mensagem de Calandrini foram divulgadas primeiramente pela Folha de S.Paulo e confirmada pelo SBT News.

Milton Ribeiro é suspeito de crimes de tráfico de influência e corrupção, na liberação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), intermediada por um “gabinete paralelo”, que favorecia pastores evangélicos, como Arilton Moura e Gilmar Santos, que também foram detidos.

Os dois pastores tinham livre circulação no Palácio do Planalto. De 2019 até fevereiro deste ano, Gilmar dos Santos fez 10 visitas. Arilton Moura esteve 35 vezes no Palácio.

As investigações foram abertas no Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 24 de março, quando Ribeiro ainda era ministro da Educação e tinha foro privilegiado. Em uma gravação, ele afirma que a prioridade do Ministério seria atender municípios em necessidade e a todos que são amigos do pastor Gilmar. Após a revelação, Milton Ribeiro deixou o cargo no governo e a ministra do STF, Cármen Lúcia, remeteu o inquérito para primeira instância da Justiça.

Fonte: SBT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here