Dose de reforço da vacina da AstraZeneca aumenta proteção contra ômicron

Pesquisadores da AstraZeneca informaram, nesta 5ª feira (13.jan), que a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid produzida pela farmacêutica resulta em uma maior proteção contra a variante ômicron. A administração da dose de reforço também aumenta a eficácia dos anticorpos contra cepas anteriores, como a beta, delta, alpha e gama.

Segundo os cientistas, os resultados foram procedentes de testes de reforço do vacina, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, na Inglaterra. O aumento da resposta imune foi observado em pessoas que foram previamente imunizadas com a vacina da AstraZeneca ou outras com base em mRNA, como a da farmacêutica Pfizer. A aplicação da dose adicional, portanto, pode ser capaz de neutralizar as variantes.

A ômicron foi descoberta na África do Sul, em novembro de 2021, e acabou sendo considerada como “variante de preocupação” pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Desde então, a cepa registrou uma rápida taxa de disseminação, tornando-se dominante em diversos países, incluindo no Brasil. Agora, farmacêuticas de todo o mundo estudam reforços das vacinas para tentar conter os casos graves da doença.

Fonte: SBT

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here