Jaguaré vai receber o presidente da republica interino Rodrigo Maia

Jaguaré prepara até banda marcial e encontro com alunos para peemedemista

Com pouco mais de 29 mil habitantes, o município de Jaguaré, no Norte do Estado, está preparando uma verdadeira festa para receber nesta sexta-feira (1º), às 9h, o presidente interino da República, Rodrigo Maia (DEM), que vai à cidade inaugurar, entre outros locais, uma praça com equipamentos para atividade física.

Comandada também por um interino – o vice-prefeito Ruberci Casagrande, do mesmo DEM de Maia, e que está no lugar do prefeito afastado –, a cidade vai oferecer uma cesta ao presidente contendo produtos da região, como o café conilon, que movimenta a economia local, e produtos da agricultura familiar, como vinho de jabuticaba e cachaça.

Alunos de escolas públicas, políticos e banda marcial vão recepcionar o presidente. “A vinda dele é um reconhecimento pela pungência do Espírito Santo entre os 27 Estados. Reconhecimento ao trabalho feito no Estado, naquilo que o Brasil está querendo: gastar o que pode e investir com recurso próprio”, disse o presidente estadual do DEM, o ex-deputado Atayde Armani.

Maia deverá se sentir ainda mais em casa pelo fato de o clube da cidade, o Conilon, ter nascido com o nome de Botafogo de Jaguaré e nas cores preta e branca em homenagem ao Botafogo carioca, do qual o presidente é torcedor. A torcida pelo time levou o demista a ter o codinome de Botafogo em planilha da Odebrecht, de acordo com delatores.

A chegada de Maia está prevista para as 8h no Aeroporto de Linhares. De lá, ele seguirá de helicóptero para Jaguaré. Hoje, uma equipe do Palácio do Planalto deverá desembarcar no Estado para fazer o reconhecimento de onde ocorrerá a agenda do presidente.

Procurada por A GAZETA, a Polícia Federal capixaba informou que deverá participar da segurança do demista com um grupo de agentes institucionais de Brasília, que acompanhará Maia.

O deputado Lelo Coimbra (PMDB) também chegará ao Estado com o presidente interino. “Essa agenda fazia parte de um convite ao Maia, na semana passada, para ele conversar com o setor de rochas. Agora, aproveitando a agenda de interinidade, ampliou-se o escopo e também será avaliada uma área que está na logística nacional com perspectiva de concessão privada, na região da Codesa em Aracruz”, disse.

Bastidores

No meio político, a visita de Rodrigo Maia ao Espírito Santo tem também outros significados. Existe quem acredita que o convite feito pelo governador Paulo Hartung (PMDB) ao demista é uma tentativa de responder à movimentação que a senadora Rose de Freitas (PMDB) fez no Aeroporto de Vitória, na semana passada, com a participação do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

“A impressão que passa é que é uma reação do Hartung. Já o Rodrigo dá sinais de articulação nacional, para mudança de nome do DEM, criação do novo partido. Ele vem buscando isso. Ele vê que o governador dá sinais de que não ficará no PMDB. Concluindo, os dois estão jogando um com o outro”, disse um deputado federal, em anonimato.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here