Justiça suspende carteira de motorista que causou tragédia na BR 101

Segundo o magistrado, o comportamento de Wesley Rainha Cardoso no volante “representa risco para a comunidade”. Justiça, porém, negou pedido de prisão contra ele

Carreta e micro-ônibus destruídos após o acidente em Mimoso do Sul
Carreta e micro-ônibus destruídos após o acidente em Mimoso do Sul / Foto: TV Gazeta

O motorista apontado pela polícia como o causador do acidente que matou 11 pessoas na BR 101, em Mimoso do Sul, está proibido de dirigir. A Justiça determinou a suspensão da Carteira de Habilitação de Wesley Rainha Cardoso, que conduzia a carreta que transportava placas de granito.

A decisão, do dia 17 de novembro, é do juiz substituto João Carlos Lopes Monteiro Lobato, da 2° Vara de Mimoso do Sul, que aceitou a denúncia contra o motorista e o dono da carreta causadora da tragédia, Marcelo José de Souza. O juiz, porém, negou pedido de prisão preventiva contra os dois. Segundo o magistrado, o comportamento de Wesley no volante “representa risco para a comunidade”.

O acidente trágico aconteceu em setembro deste ano e envolveu duas carretas, um carro de passeio e um micro-ônibus que transportava um tradicional grupo de dança alemã de Domingos Martins. Todos os mortos estavam no micro-ônibus.

O motorista e o dono da carreta que causou a tragédia vão responder pelos crimes de homicídio doloso e tentativa de homicídio.

As causas identificadas pela polícia foram: excesso de velocidade, manobra de passagem em local proibido e carga transportada de forma irregular.

Wesley também não estava habilitado para transportar rochas ornamentais e nem o veículo tinha o certificado para carregar material deste tipo.

Na mesma decisão, o juiz negou o pedido do delegado para prender os acusados, alegando que a prisão é prevista como exceção à regra geral da liberdade e que “não pode ser imposta como antecipação de pena”.

Gazeta Online

 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here