Mãe que abandonou criança em ponto de ônibus na Serra é presa pela Polícia Federal

Agentes da Polícia Rodoviária Federal efetuaram a prisão próximo a Timbuí

A mãe da criança que foi abandonada em um ponto de ônibus na Serra foi presa agora há pouco pela Polícia Rodoviária Federal, próximo a localidade de Timbuí, em Fundão. A identidade da mulher também não foi divulgada.

Ela conduzia o veículo, cuja placa foi informada à polícia, momento depois da criança ser abandonada.

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Willis Lyra, explicou como se deu a abordagem.

“Ela foi abordada por agentes da Polícia Rodoviária Federal, próximo a Timbuí. Ao ser abordada, ela apresentou um estado de descontrole e precisou ser contida, tanto pelos agentes da polícia quanto da concessionária ECO-101. Por enquanto, ela deve passar por atendimento médico em um hospital antes de seguir para o DPJ da Serra”, explicou.

Segundo a assessoria da concessionária ECO 101, a mulher – que é argentina – foi socorrida em surto no km 239 da BR 101, em Fundão, no sentido Norte do Estado. Por conta de seu estado, ela foi encaminhada para Hospital Estadual de Atenção Clínica, em Cariacica.

Entenda o caso

O menino de dois anos foi abandonado em um ponto de ônibus na BR-101, em frente a um supermercado em Laranjeiras, na Serra. Muito nervosa, a criança foi acolhida por policiais militares e levada ao Conselho Tutelar, em Valparaíso, também na Serra.

De acordo com as primeiras informações obtidas pela polícia, o menino foi deixado por uma pessoa que estava em um Fiat Uno Vivacce Vermelho, com a placa JFF – 0093. Nenhuma pessoa que estava no ponto de ônibus, que pode ter visto a criança ser abandonada, quis falar com a polícia.

Segundo o 2º Tenente Flávio, CPU do 6º Batalhão de Polícia Militar, o menino está muito nervoso e chora muito. “Ele é muito novo, ainda não consegue falar totalmente e está muito nervoso”, explicou.

O menino foi levado para o Conselho Tutelar, em Valparaíso. A criança deve ser levada para o Juizado da Infância e da Juventude, onde deve permanecer sob a guarda da Justiça. As informações são do site Tribuna Online / Foto: DIVULGAÇÃO

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here