Mais afetada pela febre amarela, zona norte de SP volta a vacinar

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira (26) que os 90 postos da zona norte da cidade de São Paulo voltaram a disponibilizar vacina contra a febre amarela.

Serão oferecidas doses fracionadas. A vacinação havia sido reduzida na região, considerada a mais afetada pela doença, em 1º de fevereiro.

De acordo com a secretaria, isso ocorreu porque esforços haviam sido concentrados em outras regiões durante a segunda fase da campanha.

Em São Paulo, há cinco casos registrados de febre amarela, sendo que três deles evoluíram para morte. Todos os casos foram registrados na zona norte da cidade.

Vacinação na zona norte

Serão atendidas somente pessoas que portarem senhas. De acordo com comunicado da secretaria, as senhas são entregues em casa pelas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) ou então retirada na recepção das unidades para os pacientes que não são atendidos dentro do programa ESF ou que não tenham recebido a senha em sua residência.

Saiba quem não pode tomar a vacina da febre amarela

Para se vacinar, é preciso levar documento de identidade, carteira de vacinação e cartão do SUS. Mais de 3,8 milhões de pessoas foram vacinadas contra a febre amarela desde setembro de 2017, segundo a secretaria.

A secretaria ainda informou que, desde o início do mês, agentes de saúde têm realizado visitas de casa a casa para identificar as pessoas que ainda não se vacinaram. Foram criados também postos volantes. A média da cobertura na zona norte está em torno de 75%, segundo a secretaria.

Macacos mortos por febre amarela

Devido à proximidade de corredores verdes e morte de macacos pela doença no Horto Florestal, a região foi a primeira a receber a campanha de vacinação, em setembro do ano passado.

A segunda fase da campanha de vacinação de febre amarela na capital paulista termina na próxima sexta-feira (2). Até o momento foram vacinadas 1,9 milhões de pessoas, de acordo com a secretaria. Nos próximos meses, novos distritos serão inseridos na campanha.

No total, são 121 mortes de macacos por febre amarela registrados no município de São Paulo: 103 na zona norte, 16 na zona sul, um na sudeste e um na leste, segundo a secretaria.

Veja quais Unidades Básicas de Saúde (UBS) participam da campanha de vacinação fracionada na cidade de São Paulo

Conheça as diferenças entre febre amarela, dengue, gripe, zika e chikungunya

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here