Ministério Público do Estado notifica Santa Casa de Cachoeiro

Recomendações ao Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim foram feitas pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da 2° Promotoria de Justiça Cível de Cachoeiro de Itapemirim. O pedido sugeriu que haja adequação a cerca do quantitativo de profissionais de enfermagem para assegurar assistência à saúde da população. As informações são da Assessoria do Ministério Público.

De acordo com o órgão, a recomendação visa prevenir responsabilidades, evitando a judicialização e responsabilização do gestor.

Relatórios de inspeções constataram que o hospital possui déficit de profissionais de enfermagem em todos os setores do hospital, em especial no de terapia intensiva e de alta dependência de cuidados, o que vem gerando acúmulo de cargos e funções aos profissionais, aumento nos riscos de falha humana, prejuízo nos cuidados e morte por desassistência à saúde dentro do hospital.

Além disso, a Santa Casa não sanou a carência de profissionais de enfermagem contratados, conforme constatado pelo Coren/ES, persistindo o risco à população usuária do serviço. Devido aos problemas observados, o MPES notificou o hospital para que providencie as necessárias melhorias no sistema de saúde, concedendo prazo de 30 dias, contados do recebimento, para responder e encaminhar o plano de trabalho solicitado.

Considerado um dos principais hospitais de urgência e emergência da cidade, a Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim é uma referência na região em ocasiões de crise, como no acidente envolvendo o microônibus com integrantes de um grupo de Dança de Domingos Martins, no início do mês. A maior parte das vítimas foi encaminhada ao hospital, para receber os primeiros socorros.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here