Mulher bebeu de mais em Rio Bananal e pede ajuda após dizer que foi estuprada por motoqueiro fantasma

O suposto crime teria acontecido dentro da mata pois a mulher passou tarde toda ingerindo bebidas alcoólicas  Policiais disseram que eles aparentavam sinais de embriaguez, mas a mulher acusou um motociclista desconhecido.

Na noite deste sábado (21), uma mulher de idade não identificada pediu socorro na casa do vizinho da lagoa Jesuína, dizendo que havia acabado de ser estuprada por um motoqueiro que havia levado ela até um bar da lagoa, no ponto turístico, em Rio Bananal, região Norte do Estado.

De acordo com a Polícia Militar, a mulher,foi localizada por um Srº que ao chegar a sua residência, encontrou uma senhora caída no meio da estrada onde esta se identificou como sua conhecida e relatou que tinha sido abusada sexualmente. Após conversar com vitima, os militares notaram que ela se encontrava embriagada,

Segundo a PM a mulher disse que fretou um motociclista desconhecido e entregou a quantia de 64 reais para leva-la até a lagoa Jesuína, isso por volta das 20 horas, e que ao chegar na lagoa este homem a levou para um lugar ermo onde a obrigou a fazer sexo sem o seu consentimento.

Em certo momento quando conseguiu se soltar do homem correu e chegou na casa um Srº  onde estava hospedado. Dessa forma foi feito contato com o Hospital e Maternidade Alfredo Pinto Santana, onde uma equipe medica a socorreu ate o Hospital para que sejam feitos os exames necessários para a confirmação do estupro.

Devido ao grau de embriaguez da suposta vitima não é possível afirmar se todos os fatos são verídicos. Foram feitas buscas no local mais nenhum individuo foi localizado com as características passadas pela mulher.

A vitima foi orientada pela PM a procurar a Delegacia de Policia Civil de Rio Bananal, que irá investigar o caso.

O OUTO LADO DA HISTÓRIA 

O administrativo da Lagoa Jesuína vem a público informar que a porteira onde dá acesso ao Bar e Restaurante Lagoa Jesuína já estava fechada quando segundo a notícia aconteceu a ocorrência do suposto estupro. O proprietário do Bar e Restaurante Lagoa Jesuína,disse que o fato não aconteceu nas dependências da lagoa.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here