Na semifinal do The Voice, capixaba Mariana explica “alô para Campos”

Sobre o agradecimento, ela explicou: “Minha família (grande parte é de Campos) fez um evento e estavam todos torcendo e me assistindo de lá e pediram um alô, e eu mandei”

Foto: Reprodução/TV Globo

Última a se apresentar na fase Remix, do The Voice Brasil, a capixaba Mariana Coelho levantou o público e o técnico Lulu Santos, ao cantar “Diamonds”, de Rihanna. Quando terminou, a plateia pediu: ‘Pega, pega, pega’. O músico entrou no clima e cantou: ‘Pega ela, Lulu. Pega ela, Lulu’ e apertou o botão de peguei com a perna. A galera vibrou, claro, Mariana também. Agora, a capixaba está na semifinal do programa.

O apresentador Tiago Leifert comentou que Mariana estava com receio de ser a última a cantar. Lulu, que não perde a oportunidade de elogiar a moradora de Vila Velha, falou: ‘Os últimos serão os primeiros’.

AGRADECIMENTO

Em seguida, Mariana fez um agradecimento a Deus e à família, que estava reunida em um restaurante de Campos, no Rio de Janeiro, para assisti-la. “Quero agradecer primeiramente a Deus, a minha família, que tem muita gente me assistindo lá de Campos. Eu agradeço a toda a minha torcida, que é gigante. E eu agradeço esse mestre maravilhoso que me quer. Eu te quero também. Tamo junto”, disse ao sair toda sorridente do palco.

A família de Mariana se reuniu em um restaurante em Campos
A família de Mariana se reuniu em um restaurante em Campos
Foto: Reprodução;Twitter

Mas, como nem todos sabiam que a família de Mariana é de Campos e estava reunida para assisti-la, os capixabas ficaram sentidos por ela não ter citado o Espírito Santo. Após o final do programa, a cantora publicou uma foto em sua página no Instagram explicando o que aconteceu.

“A felicidade não cabe em mim, porém… houve um desentendimento que me deixou bastante abatida e que eu já expliquei, mas vamos lá, minha família (grande parte é de Campos) fez um evento e estavam todos torcendo e me assistindo de lá e pediram um alô, e eu mandei; apenas. Capixabas, tô com vocês pra sempre, tamo super junto! Bora continuar na torcida e levar o título pro ES, se Deus quiser! Obrigada por tudo mais uma vez e perdão.”

Ao Gazeta Online, o pai da Mariana, Wellington Ribeiro, reforçou nesta sexta-feira (08) que ela é capixaba e ele é quem nasceu em Campos. “A nossa família estava reunida com orelhinha e ela fez essa menção.”

SUCESSO

Ainda sobre a apresentação, na internet, não faltaram mensagens elegendo Mariana a melhor da noite e torcendo para que ela seja a campeã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here