“Perdi a cabeça porque fui agredido” diz jovem envolvido em briga no cinema

O universitário de 21 anos que se envolveu na briga por uma cadeira no cinema negou que tenha dado um soco no rosto da jovem de 24 anos, mas confirma que jogou refrigerante e pipoca nela porque sofreu agressões verbais. De acordo com ele, a jovem usou palavras de baixo calão e ofendeu a ele, sua mulher e sua mãe.

O caso aconteceu dentro de uma sala de cinema, em Vitória. Foto: Divulgação
Ele explicou que chegaram à sessão atrasados e quando estava subindo as escadas, tropeçou e acabou derrubando refrigerante em um idoso que estava sentado. Pediu desculpas e andou até o lugar marcado, onde estavam três pessoas sentadas. Ficou parado esperando as pessoas “se tocarem”, mas apenas uma delas levantou. Quando abordou as outras duas, uma delas disse que ele não tinha mais direito aos lugares porque estava atrasado.

“Ela começou a me xingar, usou palavras baixas, eu aguentei isso por muito tempo até minha mulher descer para chamar o funcionário do cinema. Quando ele estava chegando, essa mulher levantou e me xingou mais ainda. Perdi a cabeça e joguei pipoca nela, ela jogou pipoca em mim e eu e minha esposa jogamos o refrigerante. Nessa hora ela voou de soco na minha esposa, minha mãe foi separar a briga e elas rolaram da escada”, disse.

Para ele, foi um triste episódio de falta de educação. “Minha esposa está toda roxa. Várias testemunhas viram o que aconteceu, as provas existem, não tenho nada a temer. Ela rolou a escada e veio dizer que eu dei um soco nela, mas isso não aconteceu e as câmeras do cinema vão provar isso. Ninguém tratou ela com falta de respeito, pedimos nossos lugares porque era nosso direito. É um episódio triste que queremos esquecer”.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here