Pistoleiro mata uma mulher e deixa duas pessoas gravemente feridas em Rio Bananal

Essa segunda-feira(31), fez a semana começar violenta com ação de pistolagem no interior de Rio Bananal. O saldo da ousadia dos criminosos deixou uma pessoa morta e outras duas gravemente feridas.

O tiroteio aconteceu na tarde dessa segunda – feira 31 de julho na localidade do córrego Santa Rita, interior de Rio Bananal, na fazenda do senhor Valdemar Zardo.

Segundo testemunhas, os pistoleiros chegaram no local do crime chamando a vítima pelo o nome. Em seguida ao serem atendidos, os criminosos efetuaram vários disparos contra o senhor Gilberto Zardo de 60 anos, a esposa da vítima, dona Maria Luzia Tureta de 56 anos, foi ver o que estava acontecendo e quando deparou com os criminosos, foi alvejada por vários tiros e morreu à caminho do hospital.

Saiba mais…

Outra vítima da barbárie foi o vaqueiro, o senhor Regino Sotelli de 57 anos, que foi socorrer as vítimas e tomou um tiro a queima roupa no pescoço. Zandor Zardo, filho do casal vítimas de pistolagem, foi quem socorreu todas as vítimas da tentativa de chacina a sangue frio.

A equipe da PMRB composta pelo SGT. Valdecir, CB Pratti e SD Pretti, deslocaram para atender o chamado. Segundo a PM, quando chegaram no local do crime a cena era de guerra, havia sangue por toda parte e uma poça de sangue enorme, até os policiais antigos de profissão ficaram espantados com tanta covardia.

Ainda segundo o BU, o senhor Gilberto Zardo chegou no hospital conversando, embora bastante ferido, ele já deu pistas para a policia sobre o ocorrido.Apesar de muito abalado, Gilberto conseguiu contar aos policiais no hospital que o homem que efetuou os disparos foi até sua propriedade na semana passada para perguntar se ele tinha interesse em comprar gado. No local do crime, os policiais encontraram encontraram um projétil aparentemente de calibre 38.

Com muito medo, tanto da parte da equipe médica quanto das vítimas do pistoleiro, a viatura RP3386 sobre o comando do SGT Hupp e o SD Vulpi fizeram a escolta da ambulância que transportava as vítimas até o hospital de Colatina. Existia um temor das vítimas e da equipe dos socorristas, do pistoleiro voltar, cercar a ambulância e terminar a execução das vítimas.

A polícia Civil segue investigando o crime, e se você souber do paradeiro do atirador de Santa Rita favor ligar 190 ou 181, não precisa se identificar, suas informações serão mantidas em sigilo e os criminosos levados as autoridades.

Por Jornalista Juventino de Almeida

 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here