Pneu careca pode ter provocado acidente que matou 22 pessoas

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a perícia técnica que esteve no local constatou que os pneus da carreta estavam carecas. Além disso, a pedra transportada estava acima do peso permitido

Imagens mostram o trabalho do Corpo de Bombeiros e da perícia da Polícia CivilO trágico acidente que matou 22 pessoas na manhã desta quinta-feira (22), na BR 101, em Guarapari, pode ter sido provocado por causa do mau estado de conservação dos pneus da carreta. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a perícia técnica que esteve no local constatou que os pneus da carreta estavam carecas. Além disso, a pedra transportada estava 11 toneladas acima do peso permitido.

O acidente envolveu uma carreta, um ônibus da empresa Águia Branca – que saiu de São Paulo com destino à Vitória – e duas ambulâncias. Morreram no acidente os motoristas da carreta e da ambulância de Jerônimo Monteiro e 19 passageiros do coletivo. A maioria da vítimas ficou carbonizada. A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que 22 pessoas ficaram feridas – sendo sete em estado grave.

Por causa do ocorrido, a rodovia ficou totalmente interditada por mais de dez horas. Motoristas passaram praticamente todo dia aguardando a liberação da pista. O carreteiro Leandro Silva transportava uma carga de combustível para Juiz de Fora, Minas Gerais, quando por volta das 07h se deparou com a rodovia interditada. Sem mantimentos no caminhão, ele conta que fez um lanche, pois não sabia quando iria conseguir seguir com a viagem.

“Fiz um lanche que passaram aqui vendendo, mas estou até agora sem almoço”, disse.

De Cachoeiro de Itapemirim, o motorista Nilson Hemerly contou que passou pelo local do acidente 10 minutos antes da tragédia. Segundo ele, o trecho é muito perigoso e sempre ocorre acidentes. Em entrevista à Rádio CBN, o inspetor da PRF, Macedo Miranda, confirmou que o veículo que provocou o acidente não estava em boas condições de tráfego.

“Sobre a carreta que causou o acidente, a PRF detectou o mau estado de conservação dos pneus. Isso não é a perícia, mas a PRF emitiu multas com relação a isso”, disse.

Por volta das 16h a pista foi parcialmente liberada, seguindo em ‘pare e siga’. No início da noite, o trecho foi totalmente liberado. O governador Paulo Hartung decretou luto oficial de três dias no Estado em função do acidente.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here