Polícia pede prisão de motorista que provocou morte de 11 pessoas na BR 101

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do motorista da carreta que transportava placas de granito e provocou grave acidente, no dia 10 de setembro, que matou 11 pessoas na BR 101, em Mimoso do Sul. O dono da carreta também foi indiciado.

Todas as vítimas estavam em um micro-ônibus que transportava um grupo de dança alemã de Domingos Martins.

O motorista Wesley Rainha Cardoso e o dono da carreta Marcelo José de Souza foram indiciados por homicídio doloso – quando há intenção de matar – com dolo eventual e tentativa de homicídio.

A polícia solicitou a prisão preventiva dos dois à Justiça.  Caso a Justiça não acate, a polícia vai pedir a suspensão da permissão para dirigir do motorista e que o dono da carreta fique proibido de realizar transporte de cargas.

ENTENDA O CASO

O acidente aconteceu no dia 10 de setembro, na altura do km 450 da BR 101 Sul, em Mimoso do Sul e envolveu uma carreta, um caminhão, um micro-ônibus e um automóvel.

O micro-ônibus e um dos caminhões pegaram fogo. Todas as vítimas estavam no micro-ônibus. Outras sete pessoas tiveram ferimentos leves e quatro saíram ilesas do acidente.

Os passageiros do micro-ônibus que pegou fogo após bater de frente com um caminhão de bebidas na BR 101, em Mimoso do Sul, eram integrantes do grupo de dança alemã Bergfreunde, de Domingos Martins. Eles estavam voltando de uma apresentação na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Segundo a Polícia Rodoviária federal, 20 pessoas estavam no micro-ônibus. Delas, 11 morreram. Outras três pessoas tiveram lesões graves, duas sofreram ferimentos lesões leves e quatro saíram ilesos.

O grupo era composto de jovens e fez apresentações na 23ª edição da Deutsches Fest. Eles saíram de Domingos Martins na sexta-feira (8)

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here