Policia prendeu uma quadrilha especializada em roubar sacas de café

Criminosos atuavam de forma violenta em propriedades rurais de Nova Venécia, no Noroeste do Estado

A Polícia Militar desencadeou uma operação na madrugada de sexta-feira (1º), em Nova Venécia, Noroeste do Estado, para desbaratar uma quadrilha especializada no furto e roubo de sacas de café. Os criminosos têm agido há alguns meses na região e assustado os agricultores.

De acordo com o 2º Batalhão da PM, a quadrilha conta com 10 integrantes e atua geralmente à noite. Com armas em punho, o grupo invade pequenas propriedades rurais que possuem depósitos de sacas de café. Os criminosos rendem os agricultores e amarram, ameaçam e agridem as vítimas. Em seguida, levam não apenas as sacas de café, como também veículos.

Recentemente, parte da quadrilha já havia sido presa em outra operação policial, quando a PM descobriu os autores do furto de 180 sacas de café. O crime ocorreu em 8 de agosto, em Córrego do Macaco, zona rural de Nova Venécia.

Durante levantamentos, o Serviço de Inteligência da PM descobriu que o grupo criminoso estava descarregando sacas de café que haviam sido furtadas na propriedade de um suspeito de receptação, em Córrego Chapadinha, perto da rodovia que liga Nova Venécia a Vila Pavão. A PM montou um cerco no local, quando os militares foram avisados que uma pessoa foi atingida por tiros.

A vítima foi encontrada pelos militares e socorrida pelo Corpo de Bombeiros. Segundo testemunhas, quatro criminosos armados tentavam roubar um depósito de café quando uma das vítimas tentou reagir. Ela foi atingida pelo disparo de um dos criminosos.

Em seguida, a quadrilha fugiu e foi surpreendida pelos policiais. Ao verem a polícia, os bandidos tentaram fugir correndo pelo mato e deixaram para trás uma Pick Up da Fiat, que foi furtada na noite anterior e foi usada para transportar o produto do roubo.

Com o suspeito de receptação os militares apreendidos um revólver calibre 32 e uma quantia em dinheiro. Na sexta-feira (1º) pela manhã, foram apreendidas 103 sacas de café sem comprovação de origem na propriedade do receptador, com um mandado de busca e apreensão. Uma testemunha reconheceu algumas sacas de café furtadas pela amarração, em uma técnica individual que dificilmente outra pessoa saberia fazer.

O material apreendido e o suspeito de receptação foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Nova Venécia.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here