Quadrilhas pagam até R$ 30 mil para alugar fuzil

Agência bancária, em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha, atacada por quadrilha que alugou armamento em Mina Gerais (Foto: Antônio Moreira 21/02/2018)

Em mais uma ramificação da indústria do crime no Estado, quadrilhas têm alugado armas para cometer ataques na Grande Vitória. O valor pago pelos bandidos pela locação do armamento chega até R$ 30 mil, no caso de fuzis, dizem especialistas.

O caso mais recente com registro desse tipo de armamento locado foi a explosão da agência do Banco do Brasil, em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha, promovida por criminosos de Minas Gerais, em fevereiro deste ano.

A equipe da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP) prendeu cinco suspeitos de integrar a quadrilha. Na época, o titular da DRCCP, delegado Romualdo Gianordoli, disse que os suspeitos revelaram aos policiais que tinham alugado os fuzis usados na ação em Minas Gerais.

Segundo Gianordoli, o Estado tem poucos fuzis nas mãos de bandidos, segundo levantamentos do serviço de inteligência e o número de ocorrências. “Não tem a figura do locador no Estado. A quadrilha que atacou a agência alugou de fora para trazer para cá”, garantiu.

Sobre os preços, o titular da Delegacia de Polícia (DP) de Goiabeiras, delegado Isaías Tadeu, afirmou que “o aluguel de um fuzil pode variar de R$20 mil a R$ 30 mil”. Contudo, não há tabela fixa.

Fonte: Tribuna Online.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here