Rio Bananal está entre os 50 municípios capixabas que aderiram ao Programa Internet Para Todos

internet

Mais de 1500 Municípios do Brasil aderiram ao Programa Internet para Todos, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. No Espírito Santo, 50 Municípios aderiram ao Programa, que vai beneficiar 120 comunidades do Estado, e estão aptos a participar do evento de assinatura dos contratos no dia 12 de março, em Brasília.

Em pronunciamento nesta terça-feira (06), no plenário da Câmara, o deputado federal Evair de Melo (PV-ES) destacou que “a internet é a grande marca do século XXI e, sem dúvidas, um instrumento indispensável ao desenvolvimento socioeconômico de nossa sociedade atual. A conexão com a rede permite que as pessoas tenham acesso a informação, contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e para a manutenção do homem do campo. Atuamos de forma efetiva na divulgação e implementação desse programa em nosso Estado Capixaba. Somos defensores irrestritos da ampliação do acesso a internet a todos os cidadãos brasileiros”.

O Programa oferecerá internet gratuita a escolas, postos de saúde e hospitais e banda larga a preços reduzidos do Internet para Todos, Para participar o prefeito deve informar as localidades que não possuem conexão em banda larga e definir um local para a instalação das antenas e dos equipamentos. Cabem também aos municípios a segurança da área e as despesas com energia elétrica que os equipamentos vão consumir.

De acordo com o Ministério a instalação das antenas começa na primeira quinzena de maio e deverão ser instalados 200 equipamentos por dia.

Autor do Projeto de Lei (1549/2015), que dispõe sobre a organização dos serviços de telecomunicações e cria a política nacional de incentivo à instalação de telefonia móvel e internet em comunidades rurais, Evair apresentou uma proposta inovadora (PL 8824/17) que altera a legislação para que as Cooperativas também possam prestar serviço de telefonia móvel e internet no país.

Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), realizado em 2017, 11,6 milhões de domicílios no país que poderiam pagar pelo acesso à banda larga fixa ou móvel (3G ou 4G), não tem o serviço disponível nas suas localidades.

Aderiram ao programa:

 

  • Alegre (06)
  • Alfredo Chaves (01)
  • Aracruz (02)
  • Atílio Vivacqua (01)
  • Baixo Guandu (01)
  • Boa Esperança (01)
  • Bom Jesus do Norte (02)
  • Brejetuba (02)
  • Cachoeiro de Itapemirim (09)
  • Cariacica (05)
  • Colatina (01)
  • Conceição da Barra (05)
  • Conceição do Castelo (01)
  • Divino São Lourenço (04)
  • Domingos Martins (01)
  • Dores do Rio Preto (01)
  • Ecoporanga (02)
  • Guaçuí (02)
  • Ibatiba (01)
  • Irupi (01)
  • Itaguaçu (01)
  • Itapemirim (03)
  • Iúna (02)
  • Jerônimo Monteiro (07)
  • João Neiva (01)
  • Laranja da Terra (01)
  • Linhares (02)
  • Mantenópolis (01)
  • Marechal Floriano (02)
  • Montanha (02)
  • Mucurici (02)
  • Muniz Freire (09)
  • Muqui (01)
  • Nova Venécia (01)
  • Pinheiros (01)
  • Ponto Belo (01)
  • Rio Bananal (01)
  • Santa Leopoldina (01)
  • Santa Maria de Jetibá (02)
  • Santa Teresa (01)
  • São Jose do Calçado (04)
  • São Mateus (04)
  • São Roque do Canaã (01)
  • Serra (01)
  • Sooretama (06)
  • Vargem Alta (01)
  • Viana (03)
  • Vila Velha (01)
  • Vitória (07)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here