Sérgio Vidigal tem dificuldades de lembrar do grave acidente que sofreu

O deputado federal Sérgio Vidigal (PDT-ES) tem dificuldade para lembrar do grave acidente que sofreu na manhã deste domingo (1º), na BR 262, em Martins Soares. O parlamentar foi transferido de helicóptero na tarde desta segunda-feira (2) para um hospital da Grande Vitória, onde vai seguir internado e passar por novos exames. Os primeiros exames feitos em um hospital particular de Manhuaçu, também em Minas Gerais, não apontaram nenhuma lesão ou hemorragia interna.

Segundo o filho, Sérgio Vidigal Junior, que é médico e foi para Manhuaçu acompanhar o pai, o deputado se manteve estável, sem piora clínica. Vidigal Junior disse que o pai está bem, lúcido, mas ainda sente dores na região abdominal. Segundo ele, o deputado não consegue lembrar do momento exato do acidente, mas sabe que chovia muito na estrada.

“O momento do acidente, em si, ele não lembra bem. Ele lembra antes do acidente e, posterior, quando foi resgatado. O que ele lembra é que ele saiu de Vitória pra cá com muita chuva na estrada. Estava chovendo muito e o asfalto aqui não é um asfalto muito bom”, relata. Procurada pela Rádio CBN Vitória, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Minas Gerais informou que a principal suspeita de causa do acidente foi a pista escorregadia.

Vidigal bateu com o veículo, um Corolla, em árvores ao perder o controle da direção. Ele seguia para Brasília com o assessor parlamentar Sirlande Teixeira, que também ficou ferido e recebeu alta na noite de domingo. O parlamentar foi transferido de helicóptero. A remoção, segundo a família do deputado, foi custeada pelo plano de saúde de Vidigal.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here