Sobe para 12 o número de casos suspeitos de sarampo em Boa Vista

Secretaria Estadual de Saúde informou nesta segunda-feira (26) que investiga 12 casos suspeitos de sarampo em Boa Vista. Todos os casos são em crianças com faixa etária de cinco meses a 10 anos.

Uma bebê venezuelana de 1 ano foi diagnosticada com a doença e desde então é feita uma força-tarefa de combate, prevenção e busca de novos casos. Até o momento, foram revisados 41.418 fichas de atendimento e prontuários. A ideia é evitar um surto da doença.

Oito casos suspeitos e o confirmado casos são procedentes da Venezuela. Os outros quatro são de brasileiros que moram em Boa Vista. Em todos os casos não houve registro de vacinação.

Todos os pacientes, segundo a Sesau, apresentaram febre e manchas no corpo, acompanhados de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite.

A coleta de material biológico foi realizada para todos os casos e encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima (Lacen-RR).

Caso confirmado

O caso confirmado de sarampo na segunda (19) foi o de uma menina venezuelana de 1 ano de idade sem histórico vacinal. O primeiro diagnóstico positivo foi realizado no Lacen-RR e notificado no último dia 14 de fevereiro. Na Fiocruz foi identificado que o vírus que infectou a paciente coincide com o que circula na Venezuela, caracterizando o caso como importado.

Vacinação

No período de 13 a 23 de fevereiro, conforme a Sesau, foram aplicadas mais de 2 mil doses de vacina nas ações de bloqueio e intensificação vacinal, pelas equipes de vigilância epidemiológica estadual e municipal.

As ações foram realizadas nos abrigos instalados nos ginásios dos bairros Tancredo Neves e Pintolândia, além de praças como Capitão Clóvis e Simon Bolívar, onde vivem centenas de venezuelanos.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here