Tribunal ordena final no Engenhão, mas jogo deve seguir no Kléber Andrade

Início das vendas de ingressos é motivo para a manutenção da escolha por Cariacica

Final deve permanecer no Kléber Andrade. Foto: Júlia Teryama

O TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) ordenou a cessão do estádio Nilton Santos (Engenhão) por parte do Botafogo para a decisão da Taça Guanabara, domingo (18), às 17h (de Brasília), entre Flamengo e Boavista.

O jogo, no entanto, deve mesmo ser disputado em Cariacica (ES), no Estádio Kléber Andrade, já que os clubes negociaram o acordo e a venda de ingressos foi iniciada pela Internet -pontos físicos abrem na quinta-feira (15).

No despacho, o Tribunal determinou que o Botafogo deve abrir as portas do estádio se o Boavista, mandante da final, assim desejar. Caso contrário, terá de pagar uma multa de R$ 500 mil. Por sua vez, o clube da Região dos Lagos não deve pedir a transferência por questões de logística.

Segundo apuração da reportagem, a decisão foi um recado claro da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), que está absolutamente insatisfeita com o fato de o Botafogo ter vetado o estádio, definido com um dos palcos para jogos decisivos no arbitral da entidade. O documento foi assinado pelo presidente Marcelo Jucá.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here