Trinta e um adolescentes ainda estão desaparecidos

Além da busca por Thayna Andressa de Jesus Prado, 12 anos, ainda foram registrados este ano o desaparecimento de 196 crianças e adolescentes na Grande Vitória pela Polícia Civil.

De acordo com dados da Delegacia Especializada em Pessoas Desaparecidas, 31 adolescentes de 12 a 17 anos não retornaram para suas casas de janeiro a setembro deste ano.

O delegado José Lopes, que responde pela delegacia, afirmou que o número de registros de desaparecidos tem reduzido desde 2014, e a maioria dos adolescentes desaparecidos fugiu de casa. “No caso das meninas, que são a maioria, geralmente a fuga é por causa de namorados.”

Ele ainda explicou que, quando a família auxilia, divulgando as imagens nos meios de comunicação, o prazo médio para encontrar a criança ou adolescente é de três dias.

Ele frisou que todas as crianças de 0 a 11 anos desaparecidas este ano, foram encontradas.

Com relação aos 31 adolescentes, sendo 27 deles meninas, que não teriam retornado, ele frisou que o número na realidade é inferior.

“Infelizmente nem todas as famílias que registram a ocorrência informam que elas retornaram. Algumas não são nem encontradas mais ou os telefones não existem.”

Adolescentes desaparecidos

Imagem: A Tribuna

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here