Um dos sobreviventes do acidente em Mimoso do Sul, precisa de doação de sangue

O técnico em TI Anderson Merscher Ewald, 26, continua a luta pela vida, um dos sobreviventes do trágico acidente com o grupo de dança Bergfreunde, de Domingos Martins, que matou 11 pessoas na BR-101, em Mimoso do Sul, no último dia 10.

Com 30% do corpo queimado, ele está internado no Vitória Apart Hospital, Serra, e precisa com urgência da doação de sangue. Por isso a família começou uma campanha nas redes sociais.

Na mensagem pedindo apoio, Anderson é identificado como portador de sangue AB-, e quem possui sangue O-, A-, B- e AB- é incentivado a colaborar.

“Os pais dele nos disseram que todas as vezes em que é preciso fazer a raspagem das queimaduras, que é um procedimento corriqueiro e necessário, ele perde sangue. Por isso é importante a doação, até para repor os estoques do hospital”, explica a amiga de Anderson, a aposentada Iracy Huver Rasseli.

Segundo familiares, o técnico em TI não está mais entubado e já consegue falar. No entanto, apesar das recentes evoluções, o quadro do jovem ainda é considerado grave.

Anderson é um dos nove sobreviventes do acidente ocorrido no km 450 da BR-101, e perdeu a mulher, Fabiana de Carvalho Littig Merscher, e o enteado, Luis Fabiano Littig Pereira, 10, na tragédia.

De acordo com a mensagem dos familiares, os interessados em doar sangue podem comparecer ao Unihemo, na Reta da Penha, 520, em Vitória, entre 7h e 16h. Mais informações: 3235-7700.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here