Um grande esquema de desvio de carnes foi descoberto em Colatina

Quatro envolvidos no esquema foram presos, entre eles um estava o receptador, o dono de um supermercado.

A polícia descobriu nesta sexta-feira (9) um esquema de desvio de carnes em Colatina, na região Noroeste do Espírito Santo, e prendeu quatro criminosos, entre eles um empresário, dono de um supermercado.

O esquema foi descoberto após um funcionário do frigorífico Frisa receber a ligação de um cliente do bairro Honório Fraga se queixando de receber apenas três caixas de carne, apesar de ter pago por 14. Ao achar a situação estranha, esse funcionário conseguiu localizar o caminhão que deveria ter feito a entrega completa estacionado em frente a um supermercado no bairro Carlos Germano Naumann e acionou a Polícia Militar.

Quando os policiais chegaram ao local informado pelo denunciante, as portas traseiras da carroceria estavam abertas, e, próximo ao veículo, estavam o motorista Fábio e o ajudante Evandro. Questionados sobre a denúncia, Evandro acabou confessando que havia desviado caixas de carne e vendido para Roberto Carlos Martinelli, dono de um supermercado localizado no bairro Carlos Germano Naumann. O ajudante ainda contou como funcionava o esquema e afirmou que esta não foi a primeira vez em que o grupo desviou produtos do Frisa.

O ESQUEMA

O proprietário do supermercado no bairro Honório Fraga (que não sabia da fraude) fazia a compra da carne do Frisa. Evandro e o motorista Fábio eram os responsáveis pela entrega da carga. Ao chegar ao supermercado, o açougueiro Jonantan — já ciente por participar do esquema — recebia a encomenda com menos caixas do que havia sido comprado. A partir daí, Evandro e o motorista levavam as caixas desviadas e vendiam para Roberto Carlos Martinelli, com valor bem abaixo do preço real da carga. No momento do flagrante, Evandro informou que havia acabado de entregar 10 caixas de carne provenientes do esquema. Todos os quatro confessaram o crime: o motorista e o ajudante, o açougueiro do supermercado do Honório Fraga e o dono do supermercado de Carlos Germano Naumann.

Roberto Carlos Martinelli confirmou a versão de Evandro e fez a entrega à polícia das 10 caixas que tinha acabado de comprar pelo valor de R$ 2,4 mil. Na casa de Evandro ainda foram encontradas outras seis caixas de carne, e, na casa da mãe dele, outras três: todas desviadas do Frisa.

A esposa do açougueiro Jonantan levou à delegacia a quantia de R$ 2,2 mil, proveniente da venda da carne desviada. A esposa do ajudante Evandro também esteve no local e fez a entrega de R$ 3 mil.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o proprietário do supermercado, Roberto Carlos, foi autuado por receptação e formação de quadrilha. Os outros três envolvidos no esquema foram autuados por furto e formação de quadrilha. Todos foram encaminhados ao presídio.

NOTA DO FRISA

Acionado pelo Gazeta Online, o frigorífico Frisa informou que aguarda as investigações da polícia para se posicionar sobre o assunto.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here