VÍDEO | Gerente do tráfico do Bairro da Penha é preso durante operação da PM

Um homem apontado como gerente do tráfico de drogas da região do bairro da Penha, em Vitória, foi preso na tarde desta segunda-feira (03), durante uma operação da Polícia Militar. Segundo a polícia, Jean Finamore Bento, de 21 anos, é uma das lideranças da organização criminosa que atua na região e considerado o “braço direito” de Fernando Moraes Pereira Pimenta, o “Marujo”, um dos traficantes mais procurados do Espírito Santo e apontado como chefe do Primeiro Comando de Vitória (PCV), que atua no Bairro da Penha.

“Ele seria o segundo homem na cadeia hierárquica do PCV, que é uma facção responsável por diversos homicídios em várias cidades da Grande Vitória — Serra, Vila Velha — e diversos bairros de Vitória, como Morro da Piedade, bairro Andorinhas, Morro do Moscoso, entre outros”, afirmou o coordenador de operações da Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp), tenente Rezende.

Jean já havia sido preso, em outubro de 2019, durante a Operação Leviatã II, ocorrida no município de Piúma, no litoral sul do estado. No entanto, estava foragido. “A Polícia Militar vai continuar fazendo o trabalho dela, vai continuar dando cadeia. Se esse indivíduo for solto de novo, nós vamos dar cadeia, se ele estiver errado, e continuaremos assim. Nossa missão está sendo cumprida, que é prender o indivíduo que está praticando o ilícito”, frisou Rezende.

Além de Jean, foram presos nesta segunda-feira, durante a Operação Saturação Qualificada, Alan Thiago de Sousa, de 19 anos, suspeito de gravar um vídeo apontando uma arma para o DPM de São Benedito, no mesmo município. Além disso, segundo o coordenador do Cimesp, ele aparece em outras filmagens, ostentando armas de grosso calibre.

O terceiro indivíduo preso nesta segunda-feira foi Gerson Lira da Silva Júnior, também de 19 anos. Segundo a polícia, Gerson estava foragido desde o último dia 19 de abril, quando fugiu do sistema prisional. De acordo com o tenente Rezende, ele portava uma granada de uso militar.

Veja o momento da prisão:

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), policiais militares realizavam um patrulhamento a pé, em um beco do bairro, quando avistaram os três indivíduos. Segundo a polícia, ao verem a guarnição, os suspeitos correram para dentro de uma casa, mas foram alcançados. No local, foram apreendidos, além da granada, uma pistola calibre 9mm, três carregadores, diversas munições e mais de R$ 11.500,00 em espécie.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here