Virando a Página: leitura pode dar a presos 48 dias a menos de prisão

Será permitida a leitura de até 12 obras por ano e o projeto entrar em vigor no próximo mês de agosto.

Se o trabalho liberta, a leitura também. A partir de agosto, os presos no Estado poderão reduzir até 48 dias de sua pena lendo livros. O projeto “Virando a Página” é uma realização do Núcleo de Execuções Penais da Defensoria Pública do Estado, em parceria com a Faesa, que visa a implantar a leitura em todas as unidades prisionais do Espírito Santo.

Os detentos que têm o ensino fundamental terão que elaborar um relatório de leitura sobre o livro escolhido, enquanto os de nível médio ou superior deverão fazer uma resenha. Para cada texto produzido, com grau de aproveitamento considerado suficiente, o preso receberá quatro dias de remição da pena. Serão permitidas até 12 obras por ano, o que pode beneficiar o preso com 48 dias a menos na sua pena.

Fonte: Coluna Victor Hugo (A Gazeta)

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here